Experiência do Candidato: entenda sua importância para melhorar o processo seletivo

A experiência do candidato

Garantir que a experiência do candidato em seu processo de recrutamento seja satisfatória é de suma importância, já que caso ela seja ruim, pode afetar a imagem de sua empresa, dificultando processos posteriores. Veja aqui a importância dessa experiência, uma das novas tendências de RH, e como pode ser melhorada e usada ao seu favor.

Qual a importância da experiência do candidato no recrutamento?

Uma boa experiência do candidato durante o processo de recrutamento não significa necessariamente que ele passou pelo processo e foi aprovado. A aprovação com certeza é um ponto positivo nesses casos, mas não é o único, os candidatos valorizam mais ainda saber e sentir que passaram por uma processo justo, desafiador e transparente.

Alguns dados que podem ajudar na compreensão da importância de um candidato satisfeito: 

  • 33% dos que têm uma experiência ruim durante o processo de recrutamento chegam a compartilhar na internet, marcando o nome da empresa.
  • 41% dos candidatos impactados negativamente vão ser leais a outro lugar, deixando de comprar da empresa que participaram do processo de recrutamento, consumindo produtos de concorrentes no lugar dos da empresa anterior.
  • 62% dos que tiveram experiências positivas no processo de recrutamento têm a tendência de consumir ainda mais os produtos da sua empresa.

É necessário pensar detalhadamente em cada fase do recrutamento, para que possa ser oferecida a melhor experiência possível a todos que participarem. Como estamos vivendo em um momento que o digital toma conta e influencia tudo e todos, cada avaliação e comentário feito na internet, seja ele positivo ou negativo, pode se espalhar facilmente e influenciar outros candidatos, investidores ou possíveis clientes.

Por esse motivo, atualmente a experiência do candidato é o que define a aquisição de talentos estratégicos. As corporações já têm a capacidade para providenciar talentos mais qualificados, aprimorar a eficiência do processo de recrutamento e garantir o alinhamento com os propósitos de negócios quando os candidatos são priorizados.

Porém, é notório o número de empresas que, mesmo com esses dados, não realizam um trabalho satisfatório quando se trata de experiência do candidato, deixando em evidência que, mesmo com mais investimento e estudo nessa área, os processos de recrutamento não estão oferecendo aos candidatos a experiência que esperavam e queriam. 

Priorizar experiência do candidato pode ajudar sua marca a conseguir melhores resultados, candidatos mais interessados e estimulados, resultando em melhores profissionais, além de garantir mais candidatos no próximo processo de recrutamento, tudo isso graças a candidatos anteriores que comentaram e expuseram suas experiências positivas com a empresa no passado. 

Essa tática trará novas oportunidades para a marca, de forma orgânica, e quase 100% graças ao público, que reconhecerá suas melhorias e espalhará seu nome, atraindo mais pessoas para conhecer sua organização, que realmente buscam trabalhar com você.

Cada vez mais candidatos têm uma voz mais ativa quando se trata de sua carreira, cerca de 76% deles fazem pesquisas melhores, de forma independente, em variados canais de busca antes de escolherem um que se encaixe em todos os seus critérios, e posteriormente, se inscreverem nele.

No entanto, um número crescente de empresas hoje conduzem menos entrevistas por candidato. No total, 79% delas conduzem apenas uma ou duas entrevistas por cargo, enquanto esse número, em 2014, era de apenas 63%. 

Consequentemente, a comunicação geral entre candidato e empresa está cada vez mais comprometida, com quase metade das pessoas que se candidataram sem uma resposta definitiva de processos passados sobre o status de sua candidatura. Enquanto uma minoria desses candidatos recebe uma mensagem automática informando-os de que não passaram, outros ficam no escuro sem saber seu status na empresa.

5 formas de melhorar a experiência do candidato

É durante o processo de recrutamento que os candidatos analisam a vaga proposta pela empresa, examinam se ela está de acordo com seus objetivos de carreira e decidem se a querem ou não. 

Fazer com que os candidatos tenham uma ideia clara sobre o processo de recrutamento é essencial para todo o processo, e também a única forma de medir sua real eficácia. Algumas táticas que podem ser usadas nessa fase são:

Saber o tempo que cada candidato leva em uma etapa

Determinar o número de candidatos em todas as etapas do processo e analisar o tempo levado na execução de cada uma delas. 

Ter consciência de quanto tempo cada candidato leva em cada fase pode ajudar na hora do planejamento delas, sendo possível tomar medidas proativas com o propósito de garantir um bom fluxo entre si e para que não fiquem sem receber uma resposta definitiva de sua equipe.

Acompanhar taxas de contratação

Acompanhar as taxas de contratação para compreender em quanto tempo  as vagas são ocupadas com a melhor qualidade de serviço possível. 

Com esses dados, você consegue ver quais foram os canais que resultaram nas melhores contratações dentro do menor período de tempo, possibilitando que você foque ainda mais neles ou consiga redirecionar para fontes que possam ser mais promissoras para o futuro da empresa.

Experiência do candidato no processo

Verifique quais candidatos não estão se movendo como deveriam no pipeline de recrutamento. Pipeline é como um banco de dados, constituído por candidatos que são aptos para ocupar certas vagas e um meio de construí-lo é buscando pessoas que se encaixem nos valores da empresa, e pode ser feito por meio de redes sociais, formulários, softwares especializados e headhunters.

Pode acontecer de algum desses candidatos estar no pipeline há muito mais tempo do que deveria, e isso é um sinal de que talvez ele não seja mais apto para o cargo que foi originalmente considerado, ou ainda, de que há uma oportunidade sendo perdida.


Áreas estratégicas de recrutamento

Tenha em mente quais áreas você deve concentrar sua atenção, ajudando a diminuir as chances de perder um candidato bom. Levando em consideração uma abordagem de recrutamento que se baseie em dados, pode-se descobrir quais são os fatores que aumentam ou diminuem a desistência de um candidato durante o recrutamento.

Uso da tecnologia

Com a adoção de novas tecnologias, como a inteligência artificial, é possível acelerar o processo seletivo. Isso é benéfico para os candidatos também porque diminui o tempo de espera para uma resposta – seja ela positiva ou negativa.

Tendo todos esses passos colocados em prática, você pode garantir uma melhora na experiência do candidato, melhorando não só o funcionamento de sua empresa, mas também a imagem que ela terá para futuros candidatos de próximos processos de recrutamento.

Comments are closed.